NOTÍCIAS
QUINTA DE VILARINHO
Bairrada enaltecida pelo enólogo David Baverstock
21 JULHO 2011
  O enólogo David Baverstock, da Herdade do Esporão, faz um elogio aos vinhos Bairrada. Afirmando "os vinhos Bairrada encontraram agora o seu tempo e espaço dada a tendência crescente na direcção de vinhos mais complexos, elegantes e bem-estruturados, sem álcool e carvalho em excesso".

Segundo o enólogo, a principal variedade de uva é a Baga , presente em cerca de 90% dos vinhos produzidos na região, mas pode ser um problema, pois tanto pode produzir vinhos excepcionais como vinhos fracos e ácidos. Contudo, a baga é uma espécie de paradoxo da viticultura, pois também pode ser a solução.

David Baverstock colocou a seguinte questão "Então, o que é que mudou na Bairrada durante estes últimos anos para garantir esta nova vaga de interesse?". E a resposta foi dada logo de seguida "a nova legislação, de há dois anos atrás, que permitiu o uso liberal de castas estrangeiras, mas também garantiu a continuidade da uva baga . O Bairrada clássico usa no mínimo 59% desta uva, enquanto um DOC Bairrada é mais flexível no seu uso de castas. Isto permitiu aos produtores da região a produção de estilos de vinho mais modernos e também maior competitividade nos mercados locais e de exportação, ao passo que os produtores mais tradicionais da Bairrada mantiveram a tipicidade da região".
Entre os produtores que se aperceberam deste potencial encontramos Joe Berardo, que comprou as Caves Aliança, a Quinta do Encontro e Carlos Dias, que recentemente comprou as Colinas de São Lourenço.

PARTILHARFacebook